“É a nossa luz, não nossa escuridão que mais nos assusta.

Nosso medo mais profundo não é de sermos inadequados.

Nosso medo mais profundo é de sermos poderosos além da medida,

Mas brincar de ser pequeno não serve ao mundo.”

Coach Carter

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Tapete

Você sabe como é. A gente vai levando a vida como se estivesse tudo bem.
Vai jogando os lixos para baixo do tapete sonhando com o dia em que irá se esquecer que ele está lá.
Sempre nos disseram que o tempo é o melhor remédio. Te faz amar, te faz esquecer, te faz mudar.
E a gente vai vivendo. Mas...
Mas.

Às vezes as coisas simplesmente não vão se encaixando. Não vão entrando no lugar.
Você vai se vendo sempre perdido.
Você sabe como é, né?

Aquele vazio continua ali, indefinido, definido, nítido, te cutucando às vezes, te batendo na face às vezes.

Tem certos dias que é assim: eu posso tocar esse vazio. Posso descrevê-lo, posso mostrá-lo a todas as pessoas e quase entender finalmente qual o problema.

Tem certos dias que é assim: esse vazio se esconde é só se faz de vazio mesmo. Você fica tateando no escuro, no nada, como um cego-surdo-plégico.

Você se torna cada vez mais racional, e então o sentimento te machuca mais forte. Você não consegue mais entender o que sente. Não consegue encontrar aquilo que tanto te bate.

Você? Ela? Eu?
Hormônios, rotinas, foco em alguma coisa na tentativa de desviar as atenções do que te machuca.

Eu te sinto nos braços, mas você não está aqui para me salvar de mim mesmo. Não mais.

Na madrugada vazia minha mente continua a pensar. Tenta encontrar uma solução para um problema inexistente. Distante.

Natal, carnaval, dia dos namorados. Páscoa.

Dieta, treinos, estudos, pessoas idiotas ao meu redor. 

Eu preciso de salvação. Preciso resolver essas coisas.

Um riff poderia me salvar, uma última dança, um último ajuste.
Um último pedido antes de beijar os lábios da morte, talvez.

Todo pecado será julgado, todo pecado será punido. Você ignorou tudo isso, não é?
Você se entregou ao diabo imaginando amar um anjo.
Agora deve se virar.

Não peça a ajuda de Deus para lidar com seus pecados.
Varra para baixo do tapete e espere. Torça para melhorar.
Mas nunca melhora. 

Um comentário: