“É a nossa luz, não nossa escuridão que mais nos assusta.

Nosso medo mais profundo não é de sermos inadequados.

Nosso medo mais profundo é de sermos poderosos além da medida,

Mas brincar de ser pequeno não serve ao mundo.”

Coach Carter

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

dias difíceis

ultimamente as coisas têm sido difíceis por aqui

eu lutei o ano todo por algo, entende? eu lutei de verdade,
mas agora me sinto vazio como um saco plástico que enchemos de ar.

o medo, a dúvida, o buraco escuro que você não sabe se deve pular.
são tantas coisas para uma pessoa tão jovem.
tantos "e se?"

e elas continuam vindo e vindo e vindo
não dão trégua, não dão descanso, é um frenesi interminável
é uma reação em cadeia, destruição e construção de sentimentos
a eterna sensação de insatisfação com tudo

eu sou um homem sem deus, sem amor, sem classe e sem partido
desprezo hipocrisias, desprezo moralistas, desprezo politicamente corretos
desejo paz de alma, desejo um amor que não existe, desejo um ideal de vida
tenho todas as dúvidas, tenho todas as desconfianças, tenho todas as memórias
queria esvaziar meu pote e recomeçar do útero.

a vida sempre te dá uma rasteira nos momentos em que você mais queria segurança
te joga na cara que quando você acha que está fazendo o certo, você cagou pra valer
te deixa claro todas as oportunidades que você não aproveitou ou não quis aproveitar
te oferece amores que você despreza, sonhos que você nunca sonhou, te oferece vidas.
te nega todo o resto. te oferece apenas o que não te pertence. o que não deseja.
e te afasta de tudo o que realmente quis, tudo o que imaginou ser perfeito.

não faz sentido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário