“É a nossa luz, não nossa escuridão que mais nos assusta.

Nosso medo mais profundo não é de sermos inadequados.

Nosso medo mais profundo é de sermos poderosos além da medida,

Mas brincar de ser pequeno não serve ao mundo.”

Coach Carter

sábado, 16 de outubro de 2010

Desejo...


Vontade louca de beijar seus lábios
Tocar o seu rosto
Ouvir sua respiração

Desejo...
Teus lábios macios e rosados
O néctar dos Deuses que escorre de tua boca
O gosto que não se descreve
O beijo que jamais esquecerei


Desejo...
Tuas pernas quentes
Seus joelhos gelados
Os portões para os Campos Elísios
A fronteira entre o sonho e o real

Desejo...
Teus olhos delicadamente arredondados a meu observar
Teu olhar curioso
Meio receoso
Recheado de desejo
Com um toque de inocência

Desejo...
Teu cabelo levemente caído sobre os olhos
Com curvas um pouco mais acentuadas em algumas pontas
Teus negros cabelos que ocultam sua preciosa nuca
A nuca que esconde teu tão perigoso perfume

Desejo...
Teu pescoço fino, longo, convidativo
Alvo fácil, presa difícil
De pele macia
E tons confortantes

Desejo...
Teu peito que guarda um coração indomável
Que bate forte e carinhosamente
Escondendo um espírito selvagem,
Um animal sagaz e determinado.

Desejo...
As pontas dos teus dedos, finos, pequenos, delicados e fortes
Passeando levemente pelo meu peito
Escrevendo juras e palavras de amor
Desenhando o carinho abstratamente sobre a minha pele.

Desejo...
Teu sorriso meigo
Sem graça, sarcástico, irônico
Sincero e profundo

Desejo me perder no teu corpo
E me encontrar na tua alma
Voar no céu de tua boca
E mergulhar no mar dos teus olhos

Teus olhos... verdadeiros mares profundos
Envoltos em mistérios, segredos e imprevisibilidade.
Superficialmente está sob constante mudança
As vezes calmo, pacato e paradisíaco
Por vezes lacerante e barulhento
Mas no fundo é sempre igual

O fundo que esconde o mais belo dos tesouros
O mais valioso dos segredos
A mais forte expressão da alma

O fundo no qual me afogo sem pestanejar
O fundo que invade meus pulmões, tira meu ar
Que torna desesperadoramente prazeroso o meu sofrimento
O fundo que esconde as mais profundas cicatrizes
Mas também o fundo onde guarda os mais belos sentimentos
O fundo onde me afogo sozinho
E é lá que eu quero viver
Para sempre lá, no fundo do seu mar.

Um comentário:

  1. Olá, adorei seu blog. Também tenho um e foi a partir dele que cheguei aqui, roubei sua foto para uma postagem nova, a qual também fala de "desejo".
    Dê uma espiada quando puder nasestrellas.blogspot.com

    Bjs

    ResponderExcluir