“É a nossa luz, não nossa escuridão que mais nos assusta.

Nosso medo mais profundo não é de sermos inadequados.

Nosso medo mais profundo é de sermos poderosos além da medida,

Mas brincar de ser pequeno não serve ao mundo.”

Coach Carter

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

epitáfio.

A vida tem dessas coisas.

Encontros desencontrados acontecem de quando em quando.
Os dedos que se entrelaçam e se perdem,
Os lábios que se encontram e se desviam,
Os ponteiros que se tocam e se vão.

A vida tem dessas coisas.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Confissão pt. 1

Se você soubesse como estou te desejando neste exato momento, você viria correndo para mim.
Se soubesse as formas com que quero te beijar os lábios, o pescoço e todo o corpo, me pediria com urgência.

terça-feira, 6 de junho de 2017

infinito

Quantos números existem entre 0 e 1 no intervalo real?
Infinitos.
Entre 0 e 2, existe um infinito ainda maior.
Duas vezes maior, porém, estranhamente do mesmo tamanho.

O infinito é cada vez maior a medida que você se afasta.
E se torna um infinito menor quando você se aproxima.
Mas sempre um infinito.
Sempre distante o suficiente para que eu não te sinta aqui.

sábado, 27 de maio de 2017

proteção.

Hoje deitei minha cabeça no travesseiro e fiquei imaginando um rosto qualquer recebendo minhas carícias.
Me virei na cama e imaginei uma cabeça deitada no meu peito, um corpo aninhado no meu.
Me agarrei ao edredom e imaginei quem poderia se sentir protegida envolta nos meus braços.
Me levantei e quase ouvi uma voz me pedindo para não sair da cama.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

secreto desejo.

Sozinha no seu quarto ela chorava e sentia.
Abraçava aquele travesseiro bem apertado querendo um amor e uma companhia.
Ela poderia ter todos que quisesse.
Num piscar de olhos, o prazer oferecido por um corpo masculino poderia ter acontecido.
Mas já estava farta de sensações passageiras e momentâneas.
De acordar sozinha ou ter apenas um estranho,um desconhecido, depois que tudo tivesse terminado ou aquele cara bonito tivesse ido.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

nua.

Ande, mulher! Se apresse e pare de frescura!
Tire logo isso tudo e me mostre a sua joia mais bela.
 Aquilo que tem de melhor e realmente me interessa!

sexta-feira, 28 de abril de 2017

seu casamento

Parece que essa é a nossa despedida oficial.
Hoje passei nos nossos lugares para pensar em você.
Hoje me dediquei a sentir sua falta com toda a intensidade que existe.
Me dediquei a me lembrar de todos os seus detalhes.
Todas as suas manias, todos os seus vícios de fala (que você talvez já tenha perdido), todas as suas expressões (que agora devem ter amadurecido), todos os seus olhares, os seus sorrisos. Me lembrar de todos os detalhes do seu rosto, suas pintas e manchas, suas pernas arrepiadas, seu pezinho de bisnaga, suas unhas pintadas de preto, suas mãos pequenas envolvendo as minhas, suas cicatrizes e suas tatuagens.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

as flores.

As flores um dia morrem.
As flores reais morrem.
Elas iniciam sua morte no momento em que são cortadas para produzir um buquê.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

forte.

Eu não sou o tipo de pessoa que supera as coisas, nem que lida com os problemas. Eu só tento enterrar e não olhar pra ele, mas enterro em covas rasas que se revelam quando chove.

Basta uma pequena garoa para que tudo volte, sabe? Os abandonos, as perdas, os arrependimentos... com o tempo só vou acumulando mais e mais coisas, nunca resolvo de fato o que preciso.

sábado, 1 de abril de 2017

último adeus.

Todos os dias eu digo "este é o último texto que escrevo"
Todos os dias são os últimos em que eu pensarei em você
Todos os dias escrevo mil rascunhos que se acumulam na minha tela
Todos os dias eu acordo e me lembro de um detalhe novo de nós dois.

Depois de tanto tempo eu finalmente cheguei a conclusão de que poderia te esquecer.
Foi assim com todas as que vieram antes de você.
Eu sempre sabia que iria passar, e todas passaram, mas você ficou.
Mas ficou pela minha estupidez em te manter aqui.

Porque mantenho então? Qual é o meu problema?
A verdade é que, de alguma maneira, somente isso me mantém de pé.
Nos raros momentos em que consigo estudar, é só isso que motiva.
Nos intervalos em que penso em desistir de tudo, me lembro do seu sorriso.
Lembro da sua expressão de admiração, penso no quanto ficaria orgulhosa.

Depois de tudo isso eu percebi que a única coisa real da minha vida era você.
Se tudo desmoronasse e você estivesse aqui, tudo estaria bem.
Tudo está ótimo neste momento, mas você está longe, então tudo está uma merda.

Eu tenho medo de que ao te tirar daqui, o vazio assuma todo o lugar.
Tenho medo de que eu não suporte viver mais sem essa esperança.

O medo é uma merda, mas é real, tão real quanto o ar que respiro, mesmo sem ver.

quarta-feira, 29 de março de 2017

me desculpe

Não é como você me ama e nem como me despreza.
Não é como você me toca e nem como some.
Não é como você me liga e nem como tira o telefone do gancho.

terça-feira, 28 de março de 2017

saída de emergência

Hoje perdi mais uma pessoa.
Mais uma colega, vítima da própria mente.
Essas coisas te dão um incômodo estranho.
Uma tristeza muito grande, mas acima de tudo um incômodo imenso.

sexta-feira, 24 de março de 2017

game over.

Eu não quero que outro homem descubra a sua pele hoje à noite.
Não quero que outra pessoa a toque, que prove seu gosto amargo adocicado.
Não quero outro ser bagunçando seu cabelo e fazendo-a suar e gemer.
Não quero que ouça as sacanagens que eu diria pelo timbre de outro alguém.